Histórias que Ensinam Valores

Just another WordPress.com weblog

Histórias que ensinam valores – moral da história

Publicado por mileumlivros em Julho 27, 2010

Contato: eugeniofnsc@yahoo.com

A maioria das histórias antigas foi criada com o objetivo de ensinar  valores caros à coletividade. Hoje em dia, não é diferente. Pais imersos no oceano de histórias  tentam buscar aquelas que seriam positivas para seus filhos. Infelizmente nesse oceano  há aquelas que querem ensinar o erro e não o acerto, o desânimo, não a ação. Buscamos aqui fazer uma coleção de histórias e relatos, recolhidos no Oceano Internet, que possa ensinar valores positivos aos nossos jovens:

.                                                                                                 o livro                                                                                          .

Primeira história -

História que ensina o valor do esforço próprio para alcançar objetivos

.

Como Vermos Realizados os Nossos Desejos

Estava eu olhando o velho João, entretido em varrer as folhas secas do jardim. A área era grande, e o velho caprichava em não deixar nem uma folha no gramado.
- João, disse eu sorrindo, que maravilha se você pudesse, só a um desejo seu, ver todas estas folhas, de repente, empilhadas num monte!
- E posso mesmo, disse o velho prontamente.
- Se você pode, vamos ver! desafiei.
- Folhas! Juntem-se todas! disse o velho, numa voz de comando. E lá continuou limpando a relva até que as folhas ficaram juntas num só monte.

Viu? Disse-me, sorrindo - É este o melhor meio de vermos realizados os nossos desejos. Trabalhar, com afinco, para que aquilo que queremos seja feito.
O incidente calou-me no espírito. Mais tarde, ao estudar a biografia dos cientistas e de todos aqueles cujas obras nos parecem, por vezes, milagres verdadeiramente sobre humanos, descobrí que adotavam geralmente o sistema do velho jardineiro.
Todas as suas realizações resultaram do fato de que estes homens, desejando fortemente chegar a certo objetivo, nunca cessaram de lutar por alcançá-lo.

Perguntas para iniciar uma conversa com nossos filhos depois de contada a história:

1- Qual foi o desafio que a criança propôs ao velho?

2- Esse desejo foi alcançado?

3- Como o desejo foi alcançado?

4- Qual é a lição dessa história?

_______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

História 2

História que ensina o valor da confiança em si mesmo

.

O cavalo no poço

Um fazendeiro, que lutava com muitas dificuldades, possuía alguns cavalos para ajudar nos trabalhos em sua pequena fazenda. Um dia, seu capataz veio trazer a notícia de que um dos cavalos havia caído num velho poço abandonado.

O fazendeiro foi rapidamente ao local do acidente e avaliou a situação. Certificando-se de que o animal não se machucara, mas, pela dificuldade e o alto custo de retirá-lo do fundo do poço, achou que não valeria a pena investir numa operação de resgate.

Tomou então a difícil decisão: determinou ao capataz que sacrificasse o animal, jogando terra no poço até enterrá-lo, ali mesmo.

E assim foi feito: os empregados, comandados pelo capataz, começaram a jogar terra para dentro do buraco de forma a cobrir o cavalo.

Mas, à medida que a terra caía em seu dorso, o animal a sacudia e ela ia se acumulando no fundo, possibilitando ao cavalo ir subindo. Logo, os homens perceberam que o cavalo não se deixava enterrar, mas, ao contrário, estava subindo à medida que a terra enchia o poço, até que finalmente, conseguiu sair.

Sabendo do caso, o fazendeiro ficou muito satisfeito e o cavalo viveu ainda muitos anos servindo ao dono da fazenda.

Se você estiver “lá embaixo”, sentindo-se pouco valorizado, quando, já certos de seu desaparecimento, os outros jogarem sobre você terra da incompreensão, da falta de oportunidades e de apoio, lembre-se desse cavalo. Não aceite a terra que cai sobre você. Sacuda-a e suba sobre ela. E, quanto mais terra, mais você vai subindo…subindo…subindo, e aprendendo a sair do poço.


1- Qual foi o problema defrontado pelo fazendeiro?

2- Qual solução ele achou para o problema?

3- Como o cavalo se comportou diante dessa solução?

4- Qual é a lição principal dessa historieta?

_________________________________________________________________________________________________

História 3

História que ensina o valor da persistência, do esforço próprio e do trabalho duro

.

O Office boy

Um homem desempregado se candidata para o cargo de “office boy” de uma grande empresa. O gerente de RH ao entrevistá-lo, pede um teste: limpar o chão. Ao final disse: “você está contratado, me dê o seu endereço de e-mail e eu lhe enviarei o aplicativo para preenchimento e avisarei quando você vai começar”. O homem respondeu: “Eu não tenho um computador, nem um e-mail”.

Lamento muito, disse o gerente de RH, se você não tem um email, significa que você não existe. Já que não existe, não pode ter o trabalho. O homem saiu sem esperança. Ele não sabia o que fazer, com apenas 10 dólares no bolso.

Ele então decidiu ir ao supermercado e comprar uma caixa de tomate de dez quilos. Ele então vendeu os tomates de porta em porta. Em menos de duas horas, tinha conseguido duplicar seu capital. Ele repetiu a operação três vezes, e voltou para casa com 60 dólares. O homem percebeu que ele podia sobreviver dessa maneira, e começou a ir todos os dias cedo e voltar tarde. Assim, o dinheiro duplica ou triplica a cada dia. Pouco tempo depois, ele comprou um carro, em seguida, um caminhão, e então ele teve a sua própria frota de veículos de entrega.

Cinco anos depois, o homem já é um dos maiores distribuidores de alimentos dos E.U.A. Nessa época ele começou a planejar o futuro de sua família, e decidiu fazer um seguro de vida.

Chamou um corretor de seguros, e escolheu um plano de proteção. Quando a conversa acabava, o corretor lhe pede o e-mail. O homem respondeu: “Eu não tenho um e-mail”. O corretor disse curiosamente: “você não tem um e-mail, e ainda assim conseguiu construir um império. Você imagina o que poderia ter sido se você tivesse um e-mail?”

O homem pensou um pouco e respondeu: office-boy!

Moral da história: 1: Internet não é a solução para sua vida.
2: Se você não tem internet e você trabalhar duro você pode ser um milionário.
3: O maior fraqueza do homem havia se tornado sua maior força.

_______________________________________________________________________________________________________________

História 4

História que ensina o valor da dedicação, da persistência e do profissionalismo

.

A ùltima corda

Era uma vez um grande violinista chamado Paganini. Alguns diziam que ele era muito estranho. Outros, que era sobrenatural. As notas mágicas que saíam de seu violino tinham um som diferente, por isso ninguém queria perder a oportunidade de ver seu espetáculo.

Numa certa noite, o palco de um auditório repleto de admiradores estava preparado para recebê-lo. A orquestra entrou e foi aplaudida. O maestro foi ovacionado. Mas quando a figura de Paganini surgiu, triunfante, o público delirou. Paganini coloca seu violino no ombro e o que se assiste a seguir é indescritível. Breves e semibreves, fusas e semifusas, colcheias e semicolcheias parecem ter asas e voar com o toque daqueles dedos encantados.

De repente, um som estranho interrompe o devaneio da platéia. Uma das cordas do violino de Paganini arrebenta. O maestro parou. A orquestra parou. O público parou.

Mas Paganini não parou.

Olhando para sua partitura, ele continua a tirar sons deliciosos de um violino com problemas. O maestro e a orquestra, empolgados, voltam a tocar. Mal o público se acalmou quando, de repente, um outro som perturbador derruba a atenção dos assistentes. Uma outra corda do violino de Paganini se rompe. O maestro parou de novo. A orquestra parou de novo.

Paganini não parou.

Como se nada tivesse acontecido, ele esqueceu as dificuldades e avançou, tirando sons do impossível. O maestro e a orquestra, impressionados voltam a tocar. Mas o público não poderia imaginar o que iria acontecer a seguir. Todas as pessoas, pasmas, gritaram OOHHH! Que ecoou pela abobada daquele auditório. Uma terceira corda do violino de Paganini se quebra. O maestro pára. A orquestra pára. A respiração do público pára.

Mas Paganini não pára.

Como se fosse um contorcionista musical, ele tira todos os sons da única corda que sobrara daquele violino destruído. Nenhuma nota foi esquecida. O maestro empolgado se anima. A orquestra se motiva. O público parte do silêncio para a euforia, da inércia para o delírio.

Paganini atinge a glória.

Seu nome e sua fama atravessam o tempo. Não apenas como um violinista genial, mas como símbolo do profissional que continua, mesmo diante do aparentemente impossível

.
1- Na época do ocorrido Paganini era um desconhecido violinista ou já tinha muita fama?
2- O que fez Paganini diante das dificuldades que surgiam durante a apresentação?
3- A maioria das pessoas reagiriam diante das adversidades como fez Paganini? Qual é a reação da maioria das pessoas diante de dificuldades crescentes?
4- Um violinista menos treinado conseguiria fazer o que Paganini fez? Por que você acha isso?
5- A que se deve a fama de Paganini?
6- Qual é a moral dessa história?
__________________________________________________________________________________________________________________
.
História 5 – (relato).
.
História que ensina o valor da persistência e do esforço próprio
.

Vencendo as Dificuldades

Meu maior defeito, nos tranquilos dias da infância, consistia em desanimar com demasiada facilidade quando uma tarefa qualquer me parecia difícil. Eu podia ser tudo, menos um menino persistente.

Foi quando, numa noite, meu pai entregou-me uma tabuazinha de pequena espessura e um canivete, e me pediu que, com este, riscasse uma linha a toda largura da tábua. Obedecí a suas instruções, e, em seguida, tábua e canivete foram trancados na escrivaninha de papai.

A mesma coisa foi repetida todas as noites seguintes; ao fim de uma semana eu não agüentava mais de curiosidade.
A história continuava. Toda noite eu tinha que riscar com o canivete, uma vez, pelo sulco que se aprofundava.
Chegou afinal um dia em que não havia mais mais sulco. Meu último e leve esforço cortara a tábua em duas. Papai olhou longamente para mim, e depois disse:

- Você nunca acreditaria que isto fosse possível, com tão pouco esforço, não é verdade? Pois o êxito ou fracasso de sua vida não depende tanto de quanta força você põe numa tentativa, mas da persistência no que faz.
Foi essa uma lição-de-coisas impossivel de esquecer, e que mesmo um garoto de dez anos podia aproveitar.

Relato de: N. Semonoff - Londres

1- Cortar uma tábua de madeira com uma pequena faca é tarefa fácil?

2- Como o menino conseguiu cortá-la afinal?

3- O que o pai do menino quis ensinar a ele (será que foi: até os preguiçosos conseguem seus objetivos)?

________________________________________________________________________________________________
.
História 6
.
História que ensina o verdadeiro valor das pessoas
.
Você é  inestimável para aqueles que te amam

Um  conhecido professor começou sua palestra segurando uma nota de vinte dólares ($ 20), numa sala com duzentas pessoas. Ele perguntou: “Quem gostaria de ganhar esta nota de vinte dólares?”  Mãos começaram a se levantar.

O professor disse: “Eu vou dar a esta nota de vinte dólares a um de vocês, mas em primeiro lugar, deixe-me fazer isso. “Ele começou a amassar o papel. Ele perguntou: “Quem ainda a quer?” Ainda muitas mãos se levantaram.

“Bem, se eu fizer isso?” Ele jogou a nota no chão e começou a pisá-la com seu sapato. Ele pegou-a, agora amassada e
suja e perguntou: “Quem ainda quer?” Ainda assim as mãos se levantaram no ar.

Meus amigos, nós todos aprendemos uma lição muito valiosa. Não importa o que foi feito com a nota, ela ainda era desejada por muitos, porque não houve redução no valor. Ela ainda vale vinte dólares.

Muitas vezes em nossas vidas, nós somos ignorados, amassados e moídos na sujeira, que são as decisões que tomamos e as circunstâncias que vêm em nosso caminho. Nós podemos nos sentir como se estivéssemos sem valor e inúteis.

Mas não importa o que aconteceu ou vai acontecer, você nunca perderá o seu valor: sujo ou limpo,  totalmente amassado ou levemente enrugado, você ainda é inestimável para aqueles que te amam.
.
. Pergunte às crianças:
1- Você gostaria de ganhar uma nota de vinte reais? Para que?
2- Se esta nota estivesse amassada você aceitaria assim mesmo? Por que?
3- A atitude de amassar a nota e sujá-la diminuiu o seu valor? Por que?
4- Qual é a principal lição que esta história nos ensina?
_____________________________________________________________________________________________________________________________
.
História 7
.
História que ensina o valor da prudência e da escolha certa das pessoas com as quais nos associamos
.
A história do escorpião e da tartaruga

Um escorpião, não sabendo nadar, pediu a uma tartaruga que o carregasse em suas costas através de um rio.

“Você está louco?” exclamou a tartaruga.

“Você vai me picar, enquanto eu estiver nadando e eu vou me afogar.”

“Minha querida tartaruga”, riu o escorpião, “se eu a picasse, você se afogaria, e obviamente eu me afundaria com você. Agora, onde está a lógica nisso? “

“Você está certo!” exclamou a tartaruga. ” Suba aí!”

O escorpião subiu nas costas da tartaruga e na metade da travessia do rio deu uma forte picada na tartaruga. Como ambos iriam se afogar, a tartaruga resignadamente disse:

“Me responda seu louco! Você disse que não haveria lógica em me picar. Então por que você fez isso? “

“Não tem nada a ver com a lógica nem com loucura”, disse o escorpião se afogando,  e acrescentou: “É apenas o meu caráter.”
.

1- O que levava a tartaruga a temer “dar carona” ao escorpião?
2- Por que mesmo com medo a tartaruga resolver ajudar o escorpião a atravessar o rio?
3- Será que o escorpião queria mesmo atravessar o rio? Ele conseguiu atravessar o rio?
4- Por que o escorpião picou a tartaruga?
5- Que conclusão a tartaruga deve ter tirado do que lhe aconteceu (mesmo que tarde demais)?
.
Moral da história: Crianças, cuidado com quem você se associar.
_______________________________________________________________________________________________________________
.
História 8
.
História que ensina o valor da sabedoria e da solidariedade
.

Para ser um lago
Um velho mestre pediu a um jovem triste que colocasse uma mão cheia de sal em um copo d’água e bebesse. “Qual é o gosto?” perguntou o mestre. “Horrível”, disse o aprendiz. O Mestre sorriu e pediu ao jovem que pegasse outra mão cheia de sal para jogá-lo num lago ali perto. Os dois caminharam em silêncio até perto do lago e quando o jovem jogou sal no lago, o velho disse: “Agora bebe do lago.”Enquanto a água escorria do queixo do jovem, o mestre perguntou: “Qual é o gosto?” “Bom!”disse o aprendiz. “Você sente o gosto do sal?” perguntou o Mestre. “Não”, disse o jovem.
O mestre então sentou ao lado do jovem, pegou sua mão e disse: “A dor da vida é puro sal, nem mais, nem menos. A quantidade de dor na vida permanece a mesma, exatamente a mesma. Mas o “tamanho” da dor  que se sente depende do recipiente em que for colocada. Então, quando você está sofrendo por alguma razão, a única coisa que você pode fazer é aumentar o sentido das coisas ….. Pare de ser um copo. Torne-se um lago!

.

1- Você já passou por um problema grave que o entristeceu muito?

2- Você acha que já superou essa tristeza?

3- Como você acha que conseguiu superar a tristeza que você enfrentou?

4- É fácil deixar de ser copo para ser lago? Como se pode fazer isso? (o que o mestre disse a respeito dessa mudança na história?)

.

_________________________________________________________________________________________________________________________

História 9

Historia que ensina o valor da reflexão e da perseverança

O corvo sedento

Em um dia muito quente um corvo sedento voou por todo o campo à procura de água. Por um longo tempo, ele não conseguiu encontrar nenhuma gota. Ele se sentia muito fraco, quase desistindo de manter a esperança.

De repente ele viu um jarro de água abaixo dele. Ele voou direto para baixo para ver se havia alguma água no interior. Sim, ele podia ver um pouco de água no interior do jarro!

O corvo tento enfiar a cabeça dele dentro do jarro. Infelizmente ele descobriu que o pescoço do jarro era muito estreito. Depoiss ele tentou empurrar a jarra para baixo para que a água fluísse para fora. Ele descobriu, contudo que o jarro era pesado demais.

O corvo pensou seriamente durante um tempo. Então olhando em volta ele viu umas pedrinhas. De repente, ele teve uma boa idéia. Ele começou pegando as pedrinhas  um por vez, deixando-as cair dentro do jarro. A medida que mais e mais pedras enchiam o jarro, o nível da água ia subindo. Logo ficou alto o suficiente para o que o corvo a bebesse. Seu plano tinha funcionado!

Moral da história:  Se você tentar o suficiente, você pode rapidamente encontrar uma resposta para seu problema.

Pergunte às crianças

1- Quais eram as opções que o corvo tinha diante de um calor tão intenso e uma sede tão grande?

2-O que aconteceria se o corvo desistisse de procurar água?

3- O que o corvo fez para solucionar seu problema?

4- A partir do que ele achou a solução? Como será que ele chegou a essa solução?

.

________________________________________________________________________________________________________

História 10

.

História que ensina o valor de cada um de nós, da cooperação, do trabalho conjunto, da coletividade, da falta que fazemos

Apenas uma letra

Apxsar dxstx txclado sxr dx um modxlo antigo, xlx funciona muito bxm, xxcxto por uma txcla. Vocx podx achar qux com todas as outras txclas funcionando bxm, uma sxm funcionar dificilmxntx sxria notada. Mas apxnas uma txcla funcionando mal podx arruinar todo um xsforço.
Alguma vxz vocx podx já txr dito para si mxsmo: “Xu sou apxnas uma pxssoa. Ninguxm vai notar
sx xu não fizxr o mxu mxlhor. Mas isso faz difxrxnça, porqux o bom funcionamxnto
dx uma, uma organização, dx um nxgócio x atx dx uma família prxcisa da complxta
participação de todos para sxr alcançado.
Xntão sx vocx xstá txndo um daquxlxs dias quando vocx pxnsa qux simplxsmxntx não x  muito
importantx x vocx xstivxr pxnsando xm a cair fora, lembrx-sx dxstx vxlho txclado.
Vocx x uma pxssoa-chavx, x quando vocx não faz o sxu mxlhor, nada mais xm torno dx vocx rxndx o qux x xsperado.

Apenas uma letra

Apesar deste teclado ser de um modelo antigo, ele funciona muito bem, exceto por uma tecla. Você pode achar que com todas as outras teclas funcionando bem, uma sem funcionar dificilmente seria notada. Mas apenas uma tecla funcionando mal pode arruinar todo um esforço.
Alguma vez você pode já ter dito para si mesmo: “Eu sou apenas uma pessoa. Ninguém vai notar
se eu não fizer o meu melhor. Mas isso não faz diferença, porque o
bom funcionamento de uma organização, de um negócio e até de uma família precisa da completa
participação de todos para ser alcançado.
Então se você está tendo um daqueles dias quando você pensa que simplesmente não é  muito
importante e você estiver pensando em cair fora, lembre-se deste velho teclado.
Você é uma pessoa-chave, e quando você não faz o seu melhor, nada mais em torno de você rende o que é esperado.

Obs- o texto para o aluno é apenas o primeiro.

1- Qual é o problema no texto acima? Por que a leitura dele foi difícil?

2- Muitas letras ficaram faltando no texto? Quanta diferença faz uma letra que não pode aparecer num texto?

3- Um empregado que falta ao trabalho, numa firma grande faz diferença? E faltar às aulas apenas uma vez por semana?

4- Que falta você faria se sumisse hoje?

.

+++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

. continua na página “Moral da história”

About these ads

74 Respostas para “Histórias que ensinam valores – moral da história”

  1. Dublado disse

    Estou Feliz hoje novamente, pois encontrei teu blog

  2. Rosane disse

    Ensino valores nas minhas turmas de 6 ano e vou aproveitar muito as histórias do site.
    Obrigada,
    Rosane

    • mileumlivros disse

      Rosane. Saudações.
      Eu é que agradeço em nome dos pais e de todos que são preocupados com a formação dos novos cidadãos.
      Parabéns.
      Eugênio

  3. silviahelenadelima costa cançado disse

    Parabéns pelo site, vou utilizar todas as historias,Obrigada

  4. Déborah disse

    adorei as historias

  5. ana claudia disse

    amei as histórias mim incentivaram bastante a continuar na caminhada da vida…..
    são muito importantes para o convívio das pessoas.

  6. Nethanias C. C. disse

    Estou trabalhando com a falta de motivação e baixa estima de uma amiga, que se tornou vítima do crack, não sou psicólogo, sou aluno de Direito e policial militar do grupamento tático especial, e lido diariamente com viciados e desaportunados vítimas do sistema; contudo, busquei ferramentas que me ajudasse nesse trabalho, e algumas dessas histórias se encaixam na situação real desta amiga.

    • mileumlivros disse

      Olá, Nethanias.
      Fico feliz em ser útil e me orgulho de ter ajudado. Meus parabéns pela sua atitude. Pode se orgulhar dela, assim como de sua profissão. Continue assim. Parabéns.
      Abraço.
      Eugênio Pacceli da Fonseca

  7. laura disse

    Euu Estou Escrevendo Oq Esta Aqui: Euu Sou Uma Estudante E Euu Tenho So 11 Anos e Estou Na 5 Serie Sóó…

  8. elida disse

    faço trabalho voluntario,e dou aula de construindo valores em uma creche,aqui na cidade onde moro, vou usar muito suas histórias.OBRIGADA…..Elida.

    • mileumlivros disse

      Olá, Elida. Saudações.
      Parabéns pelo trabalho que você faz. Continue assim!
      Fique a vontade (e a maioria das histórias nem é minha!).
      Abraços.
      Eugênio.

  9. Anselmo Aragão disse

    o brigado passarei essa historias para minha esposa e meus filhos

  10. joana disse

    Nossa! Estas historias sao maravilhosas adorei

  11. Aqueles que escrevem todas essas lições, são pensadores com alma. Que ajudam todos os que estão sofrendo dela…

    Muito bom!
    Pamella Rangel

    • mileumlivros disse

      Que bonito, Pamella!
      Tenho certeza que além de apreciar, você é bem capaz de escrever histórias assim – inspiradoras.
      Crie algumas e mande uma para que eu possa postar aqui!
      Tudo de bom, Pamella!
      Um abraço.
      Eugênio Pacceli da Fonseca.

  12. gostei muito do que eu li,poste mais coisas ,estamos precisando ler e colocar em prática essas coisas.

    • mileumlivros disse

      Olá, Ana Tereza. Saudações.
      Pois é, difícil mesmo é viver da forma como essas histórias nos ensinam. Mas eu acho que é assim mesmo, somos cabeçudos e imperfeitos. Mesmo que não consigamos viver plenamente todos esses valores, vamos aprendendo aos poucos. Para isso as histórias servem. Para ensinar, antecipar, prevenir.

  13. Catia Lima disse

    Gostei muito das histórias, inclusive serviu para o culto no lar dos meus filhos…obrigada.

  14. Trabalho com jovens em condiçoes de vulnerabilidade social,estes textos são belíssimos para trabalhar com ,alto estima ,valores familiares …etc adorei

  15. Daniel disse

    ótimas histórias!!! Obrigado por postar!!!!!

  16. chris disse

    eu amei mto mesmo as historias tdos deviam ler e utilizar os ensinamentos que elas nos mostram. beijim xau

  17. nilzete ferreira campos disse

    Que maravilha,encontrei um blog hiperbacana,como ha tempos procurava.

  18. bruna mayra disse

    eu sou uma aluna, meu professor de história sempre LÊ uma história dessas a cada aula. As vezes a gente ta passando por algum problema e a história vem direto com o nosso problema.

    • mileumlivros disse

      Olá, Bruna. Saudações.
      Que legal! Fico feliz em saber que estou sendo útil de alguma maneira.
      Tudo de bom!
      Eugênio Pacceli da Fonseca.

  19. cleunice lima disse

    eu sou secretaria de 5 conselhos e cada reunião leio uma história dessas. E os conselheiros sempre agradecem pelas histórias…
    Agradeço pelas mensagens!

  20. sneyme disse

    muinto bom!!!

  21. Charlas disse

    Que Bênção este blog! Sou Profª da rede municipal e trabalho com valores, com um Projeto de Filosofia para crianças! Com certeza este site me ajudará muito com novas ideias! Parabéns!

    • mileumlivros disse

      Que bom, Charlas e obrigado!
      Por coincidência também sou professor de uma rede municipal de ensino (leciono Geografia aqui em Belo Horizonte).
      Parabéns pela empolgação.
      Tudo de bom.
      Atenciosamente.
      Eugênio Pacceli da Fonseca.

  22. geccyana heryca disse

    ameiii essa historia sao otima nos ensinam cada vez mais a enfrentar a vida
    adoreeei

  23. joao filho disse

    caramba nunca gostei tanto de historia como agora gosto

  24. gilvania disse

    ohhhhhhhh!!!!!!!

  25. César disse

    Caro Mileumlivros…
    Te agradeço pelo que disponibilizou. Muita coisa bonita e profunda… Olha, há anos atrás foi lançada uma série de livros, encadernação pobre, tipo revista mesmo, com o título “Moral da História”, e eram cheios de estórias (Sem H, que é disciplina ou área do conhecimento) sábias, todas do tipo que ensinavam lições de valores. Foi daqueles exemplares que tirou estas? Se sim, poderia disponibilizar as que faltam? Pode ser por um link apenas. De qualquer forma, pelo que fez, Deus te abençoe!

    • mileumlivros disse

      Olá, César. Saudações.
      Muito obrigado pelo contato e pelas palavras gentis.
      Primeiramente gostaria de me justificar quanto ao uso de “história” e não “estória”. Simplesmente pesquisei e vi que “estória” é um brasileirismo não aceito por todos os especialistas, daí preferi usar “história”, que pelo que dizem os mesmos, é a forma mais adequada (inclusive no “Aurélio” que acabo de consultar, novamente…)
      Não. Não foi do citado livro que tirei as histórias aqui registradas. Elas tem fontes diversas: internet, jornal “O Lutador”, memória, palestras, etc. Não me lembro de ter lido o citado livro, mas pode ser que quando digo “memória” inclua, sem saber, um livro lido há muito tempo… Veja como eu achei a última história postada: havia lido uma citação em um texto de cartografia: “O mapa não é o território que representa”. O nome do autor estava lá. Procurei sobre o autor na internet. Li mais alguma coisa dele e sobre ele até achar o tal relato que achei muito interessante e resolvi contá-la no blog…
      http://mileumlivros.wordpress.com/historias-que-ensinam-valores-7/
      Assim fui coletando as histórias (ou estórias, se assim você preferir)…
      Obrigado, novamente.
      Abraço.
      Eugênio Pacceli da Fonseca

  26. claudia Borges disse

    oi vir quantas historia encontrei ate viagem nesta historia muito bom mesmo estava aprocura de uma historia com ensinamento e encontrei aqui mais o do que precisava amei parabéns vou usar sempre este site quando precisar estarei aqui para encontrar a melhor historia novamente um abraço

  27. Maria C Resende disse

    Estou encantada com as histórias!! São lindas, meus alunos vão adorar!!!
    Parabéns!!

  28. Maria Menezes disse

    Adorei todas as historinhas.Trabalho com uma turma de adolescentes, vou dar essas historias para eles, eles vão adorar!
    Obrigada

  29. daiane meireles disse

    amei suas historias com liçoes de vida, é um aprendizado incrivel.

  30. laine cristina disse

    eu gostei muito da historia do violinista o do para ser um lago. kkkk

  31. daiane meireles disse

    oi eugenio a historia do cavalo no poço é uma historia magnifica, pois quem ler certamente vai ter mais força para lutar contra pessoas que querem destruí-las .abraços e todo de bom para voce e que deus possa abençoa-lo cada vez.mais.

    • mileumlivros disse

      É isso mesmo, Daiane.Que a nossa força de superação seja maior do que daqueles que querem o nosso mal.
      Obrigado e abraços.
      Eugênio Pacceli da Fonseca

  32. J. Luna disse

    Boa noite. Parabéns pelo site. Os textos são MARAVILHOSOS… Sou professora e trabalho utilizando textos que possam fazer diferença na vida dos meus alunos, e com toda certeza encontrei vários que realizem este intento. Deus o abençoe grandemente, obrigada pelo auxílio.

    • mileumlivros disse

      MUito obrigado Jessica, pelas palavras gentis que nem mereço.
      Tudo de bom, continue seu trabalho maravilhoso.
      Abraço.
      Eugênio Pacceli da Fonseca

  33. Eu gostaria de agradecer,pois para mim é fundamental ler esses textos pois me ajudam na orientação aos meus filhos. Alcanço meus objetivos e integração da familia e sem falar no gosto pela leitura que tem sido uma luta maior.

    • mileumlivros disse

      Não tem pelo que agradecer, Valéria.
      Rezo e torço para que seus objetivos sejam alcançados, pois com amor e sabedoria muito pode ser alcançado.
      Tudo de bom e felicidades!
      Abraço.
      Eugênio Pacceli da Fonseca.

  34. Dirce disse

    Boa noite, trabalho em uma escola inclusiva e minha turma é formada por adolescentes com necessidades especiais. Nosso projeto do ano que vem será sobre valores e amei encontrar o seu site, pois tenho certeza que vou aproveitá-lo bastante. Bjussss

  35. Luiza Feliciano disse

    Muito. bom…..

  36. Leticia disse

    Ótimas histórias .. vou realizar um trabalho de escola com fantoches .. vou pegar a história numero 6 verdadeiro valor das pessoas entendi o Objetivo mas qual seria a Moral ? Desculpe-me mas sou má para interpretação rsrsrs

    • mileumlivros disse

      Olá, Letícia. Saudações.
      Olha, acho que a moral é que o real valor das pessoas e até das coisas está no interior delas e não em aspectos exteriores.
      Tudo de bom.
      Eugenio.

  37. Nathalia disse

    meus parabéns,amei as historias

  38. emanuel disse

    Parabéns!! Excelente material..aprendo muito com eles e os uso para ajudar meus alunos…

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

 
Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

%d bloggers like this: